As Letras entre a Tradição e a Inovação – ISABEL FERNANDES

Colóquio_Isabel_Fernandes

O APELO ÀS HUMANIDADES NO CONTEXTO DA “NOVA MEDICINA”
Na nossa apresentação iremos traçar as raízes do movimento das Humanidades Médicas bem como a emergência da Medicina Narrativa, articulando-as com uma particular configuração epistemológica do saber médico, cada vez mais especializado e exigente, com um modelo educativo dos profissionais de saúde muito centrado em aquisições científicas e técnicas e com uma conjugação de factores de índole socio-histórica decorrentes da 2ª Guerra Mundial. Iremos ainda demonstrar a pertinência de incorporar os saberes humanísticos, designadamente os literários, no âmbito da saúde, aspecto que ilustraremos com alguns exemplos concretos.

THE APPEAL TO THE HUMANITIES IN “NEW MEDICINE”
The aim of this presentation is to outline the origins of the movement of Medical Humanities and the emergence of Narrative Medicine. The two will be connected to the specific epistemological configuration of medical knowledge, which is ever more specialised and demanding, to the education model of health professionals, which focuses on the acquisition of scientific and technical knowledge, as well as to the combination of the social and historical factors resulting from World War II.
A further aim is to demonstrate the pertinence of including knowledge of humanistic subjects, especially literary subjects, in the health sciences. Concrete examples will be given to illustrate this point.


Isabel Fernandes é Professora Catedrática na Faculdade de Letras da ULisboa e responsável pelo projecto interdisciplinar em Humanidades Médicas, SHARE – Saúde e Humanidade Actuando em Rede, financiado pela FCT. As suas áreas de especialidade incluem a literatura e a arte britânicas, a narratologia e a teoria da literatura, bem como os estudos inter-artes. Como autora, além de dezenas de artigos e capítulos de livros, publicou: Olhar a Escrita: Para uma Introdução ao Estudo da Literatura na Universidade (2004), Critical Dialogues: Slow Readings of English Literary Texts (2011), Literatura: a (in)disciplina na intersecção dos saberes e das artes (2011). Mais recentemente, dirigiu, organizou e participou nos seguintes volumes: Contar (com) a Medicina (2015, 2016 e 2018) e Creative Dialogues: Narrative and Medicine (2015).

Deixar uma resposta