As Letras entre a Tradição e a Inovação – ORFEU BERTOLAMI

Colóquio_Orfeu_Bertolami

REFLEXÕES DE UM FÍSICO SOBRE O OCEANO CULTURAL DO SEU TEMPO OU A ZEBRA DE TROIA
O objetivo do conhecimento é compreender o mundo em que vivemos no contexto de um conjunto de ideias em constante evolução e, mais especificamente, num universo físico em transformação contínua. Assim, a ciência, como forma privilegiada de investigação, deveria constituir um campo homogéneo e interligado que vai da física e química à bioquímica e biologia, da biologia às ciência sociais e humanas.
Através de uma visão impressionista e pessoal, esta comunicação visa abordar as semelhanças e diferenças de desenvolvimento dos vários ramos do saber e discutir a forma como esta visão transversal pode ajudar a enfrentar os grandes desafios e as encruzilhadas do nosso tempo.

REFLECTIONS OF A PHYSICIST ON THE CULTURAL OCEAN OF HIS TIME OR THE TROJAN ZEBRA
The purpose of knowledge is to understand the world we live in within the context of an evolving body of ideas, actually in a physical universe in continuous transformation. Thus, science, a privileged form of enquiry, should be a homogeneous and interconnected endeavour spanning from physics and chemistry to biochemistry and biology, from biology to human and social sciences.
In this talk we shall approach, through an impressionistic personal view, the similarities and differences of development of the various branches of science. We shall briefly discuss how this cross-sectional view might help to overcome the great challenges and crossroads of our time.


Orfeu Bertolami nasceu em São Paulo, Brasil, em 1959.
Licenciado em Física pela Universidade de São Paulo em 1980, obteve o mestrado no Instituto de Física Teórica em São Paulo em 1983, o Grau Avançado em Matemática em 1984 e o doutoramento em Física Teórica em 1987, respetivamente nas Universidades de Cambridge e Oxford no Reino Unido.
Desenvolveu atividades de investigação no Institut für Theoretische Physik em Heidelberg (1987 – 1989), no Centro Europeu de Investigação Nuclear (CERN) (1993 – 1995) em Genebra, na secção de Turim do Istituto Nazionale di Fisica Nucleare (1994) e na Universidade de Nova Iorque (1999). Foi professor no Departamento de Física do Instituto Superior Técnico (1991 – 2010), e é atualmente Professor Catedrático no Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.
Foi galardoado com o terceiro prémio da Gravity Research Foundation dos Estados Unidos em 1999, com o Prémio União Latina de Ciência em 2001, o Prémio Universidade Técnica de Lisboa/Santander Totta de excelência científica nas áreas de Biofísica e Física em 2007, e nomeado Outstanding Referee pela American Physical Society em 2013.

Deixar uma resposta